5 objetos que ajudam a organizar!

Olá pessoal!
Hoje venho trazer um post objetivo, prático e útil! Trago aqui 5 ideias de objetos que vão auxiliar você na sua organização diária. São objetos simples e extremamente úteis, que vão fazer a diferença na sua casa. Então, se você não sabia por onde começar, comece por essa dica! Vamos lá!

1. GAVETEX ARAMADO

Super útil, você pode usá-lo dentro do armário ou até mesmo numa prateleira externa, na cozinha, na dispensa, ou no quarto. Fica visualmente organizado e bonito. Os preços variam de 15,00 a 25,80.


Home Office NOVO, de novo!








Oi gente!
Tudo bem por aí? Hoje vim deixar um videozinho pra vocês mostrando as alterações do meu Home Office, depois dessas minhas idas e vindas! Espero que gostem e de repente se inspirem!
Um beijão!




Quando desfraldar?

OI gente! 
Eu de novo falando do desfralde....Desde que eu tentei pela primeira vez desfraldar o Aquiles (e não deu certo porque ele não estava pronto) eu venho tentando ler e estudar o assunto o máximo possível para fazer uma segunda tentativa certeira. Então resolvi compartilhar com vocês o que tenho aprendido de uma forma bem simples e rápida, como se fosse um bate papo mesmo, até porque estou pensando em desfraldar o Aquiles nas ferias (Dezembro/Janeiro), e dessa vez, creio que terei êxito, assim se alguém também estiver pensando no assunto, pode usar esse post como um Help!
Bem, vamos dividir em passos.

PRIMEIRO PASSO

Precisamos saber se o Baby está pronto, se você realmente percebe que ele é capaz de compreender o que está preste a acontecer, se ele (a) tem controle esfincteriano (capacidade física de segurar conscientemente suas necessidades). Especialistas acreditam que apesar de algumas crianças conseguirem o desfralde com 1 ano e meio , a grande maioria está pronta depois dos 3, e geralmente meninos demoram mais.

SEGUNDO PASSO

Converse com seu filho(a). Explique que vocês começarão uma nova brincadeira, deixe-o (a) ver como vocês, pai e mãe ou até mesmo irmãos vão ao banheiro; Saia com ele(a) e compre calcinhas ou cuequinhas explicando e incentivando o motivo; compre troninhos (penicos) adequados, deixe-os brincar com eles, sentarem, levarem. Incentive através do bom humor a ida ao "banheiro".



Blog, Snap e Indicações!

OOOOOOOOOOOOOOoi gente!
Passei por aqui hoje pra deixar esse videozinho pra vocês! Vááárias mudanças ainda estão por vir aqui na arte do Blog, espero que gostem!
Enquanto isso, encontro vocês no Canal e no Snap, ok?

Grande beijo!


Papo no Carro e Corrida!

Oi gente! Tudo bem?
Hoje vim deixar um videozinho do Canal aqui pra vocês porque faz tempo que eu não posto nada!
Na verdade estou me organizando para fazer alguns posts novos, diferentes, mas acredito que somente na semana que vem. Enquanto os posts não vem, curtam o videozinho, ok?
 beijão!


Ultimo Vlog do Feriado!

OI Gente! Tudo bem por aí?
Depois daquele post sobre estar ou não velha (hahahaahah) agora venho deixar aqui pra vocês o meu Vlog do feriado. Eu Gravei 6 dias seguidos porque aqui na minha cidade também teve feriado Terça Feira (09/06), então tive esse tempo "livre" pra poder Vlogar bastante. Espero que gostem do vídeo, eu gostei muito de Vlogar esse tempo pra vocês. Vamos lá! Beijão e até o próximo Post!



Aquiles faz #3 FOTOS!

OOOOOi gente! Que saudade! 
Nossa, tanto tempo né? Eu amo tanto esse espaço...não devia ficar tanto tempo sem postar, mas vocês sabem que eu passo por um período meio difícil, uma adaptação dolorosa.....mas mesmo assim, a festinha do meu príncipe foi maravilhosa! E ele aproveitou muuuito! Hoje venho mostrar pra vocês algumas fotos, mas no meu canal ESSE AQUI tem também o Vlog do dia, espero que gostem! E lá se vão #3 aninhos de Aquiles!
Um forte abraço....saudades, Samantha.


Período de transformação

Oi gente. Olha eu aqui de novo, depois de tanto tempo, tentando explicar um sumiço (quase) repentino. Sumi por um tempo, um tempo que eu precisava ter pra mim, para encaixar algumas coisas, rever tantas outras, apenas pensar. A gente sempre acha que sabe tanto da vida, que já viveu demais, que aprendeu bastante, que sabe muito dos outros, das vidas dos outros, até mesmo das nossas, mas a grande e única verdade da vida é que não sabemos de nada. Que julgamos tudo e todos sem a menor propriedade, tentando encaixá-los em nossas expectativas, em nossos conceitos.  Eu na verdade, passo por um período de profunda meditação em minha vida, meus objetivos, meus planos. Me pego projetando o futuro na ínfima tentativa de visualizá-lo, tentando me encaixar no que até agora o presente tem me dado. E o fato, é que não há satisfação em nada do que eu tenho visto.

Parece tão fútil quando alguém fala:  “Ah, é a crise dos 30, todo mundo passa por isso, principalmente as mulheres.” Mas posso ser sincera? É bem mais que isso, não é uma crise existencial, um medo tolo do futuro, ou “mulherisse dos 30 anos”. É a constatação de estar vivendo algo que você não sabe bem se queria. De viver algo que não era bem o planejado, situações que te levam a inércia, sem motivação, sem ânimo, sem felicidade. É claro que não somos felizes o tempo todo, eu sempre fui muito certa disso. Há dias de luta e dias de glória, como já dizia o poeta Chorão, do Charlie Brown Junior.  Mas ....quando os dias de luta são numerosa e tediosamente maiores dos que os dias de glória você começa a se perguntar o que pode estar fazendo errado. E é duro saber que na maioria das vezes a culpa é sua. Foram suas escolhas que te levaram até ali, e o presente nada mais é do que a colheita do passado. Mas e quando o presente não te impulsiona? Quando não há ânimo de vida, vontade? Quando o que você achava que era na verdade não era, ou quando todas as tentativas de “remendos” foram vãs, não deram frutos, não sobreviveram. O que se faz? Eu digo o que se faz. Você vai adiante, porque a vida não aperta o pause pra você chorar, pra você se sentar e ficar praguejando contra o mundo. O tempo é implacável, o mundo não para. Foi o que fiz. Tomei uma decisão extremamente extrema na minha vida, mudei tudo, buscando um tempo novo, um novo jeito de fazer as coisas, tentando melhorar, ser feliz. Não é fácil, não é rápido. Principalmente quando se tem um filho. Terminar um relacionamento, romper algo, nunca é fácil. Eu disse romper? Não...não....não há como romper algo que não acabou. Estaria mentindo se dissesse que não o amo mais. Mas o amor é o sentimento mais difícil de entender, de se mostrar, de sentir. Não há ofensas, não há dor, não há brigas, não há pena. Há cumplicidade. Essa cumplicidade que esteve tão ausente, agora tão presente. Não dá pra romper laços tão profundos, fingir que não há ligamentos intrínsecos entre nós, e um deles chamado Aquiles.  Mas não sei dizer que tipo de amor sinto hoje. Ou do que ele é ou não é capaz. Eu preciso me descobrir de novo. Entender como meu coração funciona e respeitá-lo.

Ultimo dia de férias!

OOOOOOOOOOI Gente!
Nossa....quanto tempo que eu não venho aqui né? Aff...que falta de vergonha na cara!  Mas enfim! stou retornando ao trabalho, retornando às minhas atividades rotineiras e com certeza voltarei com os posts regulares aqui, ok? Pra ir ensaiando a volta, deixo aqui meu último vídeo lançado no Canal, e despeço-me com a promessa de Posts mais frequentes! Beijão!


5 Inspirações para decorar e organizar seu Home Office!


Olá pessoal! Tudo bem?
Hoje vim aqui dar algumas dicas de como organizar seu Home Office, seu escritório ou seu cantinho de trabalho. Já estive aqui falando de como começar a fazê-lo e o que você vai precisar  e tal (clique AQUI), mas hoje são apenas algumas dicas valiosas não só de organização mas também de reaproveitamento de material estilo DYI e Decoração. Prontos?

 1.  A MESA

Bem, antes de mais nada, como já havia dito, a mesa é um ítem essencial, para qualquer tipo de escritório ou Home Offce. Aqui vão algumas dicas do tipo de mesa você pode usar para o “estilo “ de Home Office que deseja ter;
Vidros são mais indicados para algo mais moderno e arrojado. Combina com uma cadeira mais estilosa, nichos ou prateleiras arredondadas, estantes modernosas. Cai bem em qualquer ambiente, em frente a uma estante, por exemplo.
   

Você percebe que está ficando velha quando...

Oi Pessoal! Tudo bem!?
Há uns dias atrás, eu estava com o meu marido e meu filhote no centro da minha cidade apreciando um showzinho de Pop/Rock na praça central. Era meio tarde, meio noite, o clima estava agradável, a cidade relativamente cheia....realmente estava gostoso!
Em um dado momento do show, os rapazes da banda resolveram tocar um clássico dos anos 80, "Até quando esperar" da Banda Plebe Rude. Os "tradicionais" que estiverem lendo esse meu post vão se identificar assim como eu....e saberão do que se trata! Ocorre que eu, por gostar tanto desse som, comecei, juntamente com meu marido, a dançar e cantar, curtindo muito a música. Os mais velhos também cantavam entusiasmados esse Hino de revolta dos anos 80, quando percebi que a garotada não fazia ideia do que estava tocando e nem quem era a banda! Ha ha ha! Então caiu a ficha! Gente: Estou velhaaaaa!  hahahahahahahaah
A gente acha que não vai envelhecer, ou que vai perceber a idade chegando, mas NÃÃO! A gente simplesmente acorda e tem 32 anos!!!!! Bem que minha mãe dizia que depois dos 30 passa muuuuito rápido....
Bem, depois dessa constatação no mínimo cômica, eu fiquei pensando em algo ao menos divertido para falar sobre o assunto aqui pra vocês, e então relacionei 10 sinais que indicam que SIM...você está ficando velha! Vamos lá?1.


Mais um dia de Amélia!

E lá vamos nós de novo! 
Confesso que estou sem tempo pra sentar e escrever com calma aqui no Blog, tenho muuuuitas idéias mas pouco tempo para escrever... mas para não deixá-las sem post nenhum, e para aproveitar esse gosto (que não entendo mas tudo bem, sei que gostam de vídeo de faxina), está aí mais um dia de amélia na minha vida! O bom é que esse tipo de vídeo motiva a gente, né?
Bora assistir? Beijão e até o próximo post!


M.V.O. Transformando meu Home Office


Oi gente! Tudo bem por aí? Hoje o assunto é do MINHA VIDA ORGANIZADA, e vem falar do Home Office. Vem comigo!

MEU CASO DE AMOR COM MEU CANTINHO

Faz um tempo que estou querendo mudar (mesmo!) meu Home Office. Eu não tenho um cômodo da casa específico para isso, na verdade eu uso um espaço dentro do meu quarto para ser o meu cantinho já que meu quarto é muito grande. Os planos futuros [mas bem futuros mesmo] são de fechar minha varanda que também é grande com vidros, colocar uma persiana e fazer meu home office lá...vai ficar incrível!!! Eu também uso meu espaço atual para gravar meus vídeos, então tem que ser um ambiente acolhedor e muito personalizado, afinal, esse pequeno espaço tem que traduzir ao menos um pouco da minha personalidade.

FAÇA TAMBÉM O SEU

É  sobre isso que venho falar com vocês hoje: Crie um espaço seu! Sim! Isso ajuda muito na hora de produzir algo, seja lá o que quer que faça! Ter um “cantinho” para seu trabalho faz com que sua mente, naquele lugar, se organize melhor. Você se insere no seu universo e pensa melhor. Ajuda a otimizar suas tarefas porque é um espaço que “convida” ao trabalho, pois foi destinado para isso, e de quebra ainda tem a sua cara!

O QUE EU PRECISO?

Independente do que quer que você faça em sua casa (trabalho de escritório, artesanato, correção e preparação de atividades escolares, etc...) você precisa de uma mesa. Você sempre precisará de uma mesa! Porque o trabalho será feito, ao menos em parte, sobre ela ou você precisará dela para organizar-se. Pronto! Agora é só “adicionar” os itens dos quais você precisa. Por exemplo: eu sou professora, do que preciso? Material de papelaria, pastas, gavetex, caixas, porta lápis...etc. Essa é uma parte que VOCÊ decide do que mais precisa. E para não “amontoar” tudo sobre a mesa, use caixas organizadoras ou cestas; pendure nichos na parede próxima com aquilo que você precisa utilizar, use caixotes de feira pintados (na cor que preferir) com rodinhas para fazer pequenas estantes organizadoras, no vídeo eu apresento a minha, que eu mesma fiz. Enfeite! Compre quadrinhos ...imprima fotos que gostaria de ver na parede...crie!


O QUE VOCÊ PRECISA

Mesmo que seu trabalho não seja como o meu, existem itens que são indispensáveis em um home Office, a saber:
·         Calendário: pode ser de mesa ou de pendurar, mas tenha! Ajuda muito no planejamento das suas atividades
·         Relógio: Além de ajudar na decoração também é um parceiraço pois te situa no “seu” tempo!
·         Quadro/ painel de recados ou lembretes: Existem vários e de vários tipos. Pode ser uma pequena lousa branca com canetão, pode ser um varalzinho com pequenos prendedores, pode ser um painel de cortiça para afixar bilhetinhos...enfim! Sua criatividade é quem manda, mas não deixe de tê-lo, pois quando você escreve o que precisa fazer você descarrega esse “peso” da sua cabeça e melhora seu fluxo de pensamentos. O que você precisa fazer é criar uma rotina de sempre verificar o quadro e não ficar pensando especificamente  nas  1.432.295 coisas que você deve fazer!
Enfim gente, espero que essas dicas tenham valido para vocês e que  anime muita gente a criar ou transformar seu cantinho.  Comentem o que acharam e se resolverem aderir a ideia não deixem de me mostrar!

Um beijaço e té o próximo post!

E quando é a hora?


Oi Gente! Tudo bem por aí?
Bem, hoje o post é um post conversa ... post desabafo. Há algum tempo, na verdade desde que peguei o Aquiles pela primeira vez no colo, eu pensei: Quero outro filho. Pra todo mundo que me pergunta, quem convive comigo sabe que eu sempre quis e quero outro bebê. Sempre falei isso nos meus vídeos e tal. De um tempo para cá, eu fico pensando nisso, no fato de querer, de como e quando isso vai acontecer. São muitas dúvidas que ficam na minha cabeça e não sei como organizá-las... justo eu!  Que amo organizar tudo, não consigo, em meio a tantos pensamentos me organizar quanto a isso.
A primeira coisa que vem na minha cabeça foi o que passei na gravidez do Aquiles. Vítima de pressão alta gestacional (pré eclampsia) desenvolvi a Eclâmpsia, convulsionei várias vezes, desenvolvi a HELLP Síndrome....resultado: meu filho prematuro, nasceu de 30 semanas, 2 meses na incubadora, fase horrível. Claro que tudo isso foi consequência de um péssimo pré Natal, negligência médica e tudo mais que se tem direito.  Mas desde que ouvi que eu teria que esperar para ter outro filho, pelo menos uns 3 anos, que o risco de eu passar por tudo isso de novo é de pelo menos 50%... eu fico com isso na cabeça. Passei a estudar mais sobre a Hellp Síndrome, sobre a eclampsia em si, e sim...tenho chance de desenvolver  a Hellp Síndrome novamente. Além disso, fico pensando o que toda mulher que já tem um filho pensa: Será que tenho que tentar de novo? Passar por tudo de novo? Estou disposta?

É claro que me derreto todas as vezes que penso em engravidar de novo, mas isso é algo que não pode partir apenas  de mim, existem muitas circunstâncias que envolvem essa decisão e tudo isso fica girando na minha cabeça....Eu quero engravidar...eu preciso engravidar...ter a oportunidade de passar pela experiência mais maravilhosa da minha vida de novo...sentir a vida pulsando em mim....o barrigão....curtir cada instante...cada momento. Passar pelas coisas que quis tanto passar e não pude! Ter uma gestação normal....
Mas isso é algo que está muuuito mais nas mãos de Deus do que na minha. E eu espero ansiosa por essa dádiva novamente.


Cuidados com meu cabelo curto!


Oi gente! Hoje vim apresentar pra vocês o meu cabelinho curto e como cuido dele. Eu AMO cabelo curto! Sério! Acho chic, elegante, moderno. É, para mim, a marca da mulher moderna, arrojada, que estuda, trabalha, é independente  e ainda assim pode ser extremamente feminina.
Eu já tive cabelo grande em vários momentos da minha vida, mas eu sempre acabo cortando e me rendendo ao curto! Amo!




Bem, hoje eu optei por ter o cabelo assim, num corte despontado, moderno e com luzes. Pretendo fazer mais e deixa-lo bem clarinho. O cabelo curto, não posso negar, pro meu dia-a-dia é bem mais prático! Só dou uma ajeitada de manhã e pronto! Era disso que eu precisava! Fico muito brava de ter que perder tempo fazendo escova em cabelão....banho de creme naquele cabelo enoooorme...sem falar que eu mesma aplico minha selagem, e com cabelão...nossa! Demorava horas! Confesso que a praticidade é uma das características que mais me atrai no curto!  Mas como todo cabelo requer cuidado, só não demora tanto e não dá tanto trabalho.
Para hidratá-lo uso uma máscara semanal de hidratação com um creme da NOVEX que é à base de óleo de Argan. 

Uso um shampoo e creme desamarelador por conta das luzes, e acho essa linha da AlfaParf maravilhosa:

Além disso uso um live in que também é termo protetor , da  Ouribel, hidrata bem e é muito bom.



Além desses quando quero dar uma caprichada no visual, fazer um penteado ou quando simplesmente quero que o cabelo “dure” um pouco mais no jeito que quero, eu uso o Mousse modelador e o Spray fixador ambos da Charmming ambos de forte fixação.













Uso também quase diariamente uma cera finalizadora da Vita Capili que é muito cheirosinha e eficiente!


Bem, essas são algumas dicas de produtos para que quiser cuidar bem do cabelo com luzes, mesmo que seja grande! Não é um publi, é só uma dica mesmo!

Espero que tenham aproveitado! Beijão e até a próxima

Campanhas esquisitas.

Publicitários são estranhos....inteligentes, arrojados, espertíssimos, mas estranhos. Será que eles acertam todas? Claro que não, são seres humanos, mas alguns "erros" cara....deviam ser revistos....

Só opinião.

Beijão.

MV10 #7 ORGANIZADORES MOLD PLAST



Oi gente! Tudo bem por aí? 
Hoje a novidade por aqui é do MINHA VIDA ORGANIZADA,  que agora conta com essa parceria bacana da Mold Plast - Soluções inteligentes.



Nesse post eu venho falar um pouco  da Mold Plast. É uma empresa Situada em Limeira que produz Organizadores de todos os tipos! Neste vídeo eu apresento:

  • Divisor de talher: mais de 90 modelos em branco ou cinza metálico.
  • Porta jóia aveludado: mais de 50 modelos em preto, azul marinho, bordô, marrom e branco.
  • Porta maquiagem: também em vários modelos, aveludado, preto, azul marinho, bordô, marrom branco, ou sem veludo na cor cinza metálico.
  • Organizador de Óculos: Preto aveludado.
Espero que tenham gostado dessa novidade, para quem ama organizar como eu foi demais! Seguem algumas fotos de alguns que já usei, um dos Organizadores de Maquiagem vou sortear na semana que segue!  
Beijão e até o próximo post!











MOLD PLAST - Soluções inteligentes
Av. Sargento Pessoto, 750 - Vila Camargo Limeira SP
(19)3451-7798/3701-2777 FAX: (19)3701- 2779

7 Coisas!

Oi gente!
Fui tagueada pela Paloma Fernandes nessa Tag que eu achei o máximo!A ideia é você completar (respondendo cada pergunta) com as 7 coisas pedidas/indicadas. Achei a ideia incrível...e claro, vou passar a diante!
Vou deixar aqui as perguntinhas para quem mais quiser gravar o vídeo ou responder no Blog mesmo, e  espero que gostem!


PERGUNTINHAS

1. 7 coisas para fazer antes de morrer;
2. 7 coisas que eu mais falo;
3. 7 coisas que eu faço bem;
4. 7 coisas que eu não faço bem;
5. 7 coisas que me encantam;
6. 7 coisas que eu não gosto;
7. 7 indicações.

Como a Paloma já respondeu, e a Julia Palma também, vou diversificar as Youtubers, mas fiquem todas à vontade para responder!
Beijão e até a próxima!

INDICAÇÕES:

1. Thiara - Coisas de Liah
2. Jéssica - Mamãe de Dois
3. Camila Ferry
4. Greice Brigido - Testando .com
5. Paty Gocalita - Susurros Gocalita
6. Taís Pereira
7. Toque materno

Perguntinhas II

Oi gente! Tudo bem?
Essa última semana...aff! Foi intensa...mil coisas pra fazer e, como o Blog ainda não é minha fonte de renda (espero um dia só trabalhar com isso), não posso deixar de trabalhar , e aí o Blog é sempre a primeira coisa que eu deixo na lista de espera.
Mas, para que não haja um afastamento entre eu e vocês, meu público leitor, hoje deixo aqui meu vídeo de perguntas, são aleatórias, mas gostei muito de respondê-las, desde já agradeço a todos que enviaram perguntas, por e-mail, aqui no Blog, na Fan Page, no grupo do Face...enfim...Obrigada!
Espero que gostem ...beijão!


Não era gravidez...era Labirintite!

Oi pessoal! Tudo bem?
Bem, o post de hoje, é sobre uma horrorosa situação, que descobri fazer parte de minha vida! A Labirintite!
Há algum tempo eu já vinha tendo crises de tontura, sentia-me mal,  tudo rodava de repente. Por um momento pensei que estava grávida, a menstruação atrasou, eu me sentia mal....comprei um teste e ...Negativo! Logo descartei a possibilidade...mas no Domingo, dia 29/03/15 eu passei muuuito mal na ida à casa da Paloma, pro aniversário dos meninos, vomitei...tive tontura ...um saco!Daí pensei que poderia ser mesmo a gravidez. 
Resolvi fazer um exame de sangue com tudo o que tem direito, e o resultado foi negativo para gravidez, e qualquer doença. Tudo nor-mal. Então passando por um especialista, descobri a causa de tanto mal estar: Labirintite! 
Não sei dizer ao certo o quão surpresa e chateada fiquei...afinal, ninguém quer descobrir que tem algo assim! O tratamento é longo, e nem sempre resolve de primeira, mas enfim...vamos cuidar né!
Para você que não sabe do que se trata, que já ouviu falar mas não entende bem o que é, vou deixar aqui um texto bem interessante sobre o assunto, que traz muitas informações. Espero que ajude!

" Labirintite é um termo impróprio, mas comumente usado, para designar uma afecção que pode comprometer tanto o equilíbrio quanto a audição, porque afeta o labirinto, estrutura do ouvido interno constituída pela cóclea (responsável pela audição) e pelo vestíbulo (responsável pelo equilíbrio).
Processos inflamatórios, infecciosos e tumorais, doenças neurológicas, compressões mecânicas e alterações genéticas podem provocar crises de labirintopatias e vestibulopatias, entre elas a labirintite.
A labirintite se manifesta, em geral, depois dos 40, 50 anos, decorrente de alterações metabólicas e vestibulares. Níveis aumentados de colesterol, triglicérides e ácido úrico podem acarretar alterações dentro das artérias, que reduzem a quantidade de sangue circulando nas áreas do cérebro e do labirinto.
São considerados fatores de risco para a labirintite: hipoglicemia, diabetes, hipertensão, otites, uso de álcool, fumo, café e de certos medicamentos, entre eles, alguns antibióticos, anti-inflamatórios, estresse e ansiedade.
Sintomas
Tonturas e vertigens associadas ou não a náuseas, vômitos, sudorese, alterações gastrintestinais, perda de audição, desequilíbrio, zumbidos, audição diminuída são os sintomas característicos da labirintite.
Na vertigem rotatória clássica, a sensação é que o ambiente gira ao redor do corpo, ou que este roda em relação ao ambiente. Na tontura, a sensação é de desequilíbrio, instabilidade, de pisar no vazio, de queda.
A fase aguda da doença pode durar de minutos ou horas a dias conforme a intensidade da crise.
Diagnóstico
Avaliação clínica e o exame otoneurológico completo são muito importantes para estabelecer o diagnóstico da labirintite, especialmente o diagnóstico diferencial, haja vista que as seguintes enfermidades podem provocar sintomas bastante parecidos: hipoglicemia, diabetes, hipertensão, reumatismo, doença de Mèniére, esclerose múltipla, tumores no nervo auditivo, no cerebelo e em áreas do tronco cerebral, drogas ototóxicas, doenças imunológicas e a cinetose, também chamada de doença do movimento que não tem ligação com as doenças vestibulares ou do labirinto.
A tomografia computadorizada e a ressonância magnética, assim como os testes labirínticos, podem ser úteis para fins diagnósticos.
Tratamento
São vários os tipos de medicamentos que podem ser indicados no tratamento da labirintite:
* Vasodilatadores: facilitam a circulação sanguínea e melhoram o calibre dos vasos muitas vezes reduzido pelas placas de ateromas;
* Labirinto-supressores: suprimem a tontura pela ação no sistema nervoso;
* Anticonvulsivantes e antidepressivos (inibidores seletivos de recaptação da serotonina);
* Drogas que atuam sobre outros sintomas, suprimindo a náusea, o vômito, o mal-estar.
Uma vez estabelecida a causa e estabelecido o tratamento adequado, a tendência é a doença desaparecer.
Recomendações
Mudanças no estilo de vida são fundamentais para prevenir as crises de labirintite. Eis algumas sugestões:
* Evite ingerir álcool. Se beber, faça-o com muita moderação;
* Não fume;
* Controle os níveis de colesterol, triglicérides e a glicemia;
* Opte por uma dieta saudável que ajude a manter o peso adequado e equilibrado;
* Não deixe grandes intervalos entre uma refeição e outra;
* Pratique atividade física;
* Ingira bastante líquido;
* Recuse as bebidas gaseificadas que contêm quinino;
* Procure administrar, da melhor forma possível, as crises de ansiedade e o estresse;
* Importante: não dirija durante as crises ou sob o efeito de remédios para tratamento da labirintite."
Fonte<http://drauziovarella.com.br/letras/l/labirintite/>


Maquia e fala:Fim de semana, Projeto BoaForma e blá blá blá!

Oi Gente! Tudo bem!?
Hoje o post vai ser mais uma explicação mesmo sobre o último vídeo do Canal. Resolvi gravar esse "Maquia e fala" que tá rolando há algum tempo na rede para falar de algumas coisas das quais já queria falar mesmo, como o UPDATE do Projeto BoaForma, o meu maravilhoso Final de semana, e...só bater um papo mesmo.
Sobre o Projeto, por enquanto está indo bem, andei visitando alguns sites que falam sobre a reeducação alimentar etc, e inclusive deixei o link de um bem legal na descrição do vídeo, e também deixei o link do Canal do Rapha Capel, que dá várias dicas de treino Hiit, para quem quer emagrecer sem ir a academia. Vale muito a pena dar uma passadinha lá.
Outro assunto foi o meu fim de semana...não poderia ter sido melhor! Encontro com as amigas blogueiras Paloma Fernandes e Juliana palma, respectivamente www.mamaedemenininhos.com.br e www.demeninaamae.com.br.
Foi sensacional, aniversário dos 2 filhotes (lindos!) da Pah, a festinha foi incrível e ainda desfrutei da companhia das duas...amei, foi fantástico!
Bem, espero que curtam o vídeo, e logo postarei aqui o vídeo de perguntinhas também!
Um grande beijo...

PRÉ ECLÂMPSIA, ECLAMPSIA E HELLP SÍNDROME


Olá pessoal. Hoje eu vim aqui fazer uma espécie de relato, mas também disponibilizar algumas informações sobre esse assunto tão sério. Acredito que dessa forma, posso ajudar alguém que pode estar passando por uma situação semelhante.

Minha gravidez foi muito difícil, sobretudo quando completei 30 semanas. Descobri que sofria de pré-eclâmpsia e por isso convulsionei 4 vezes seguidas por conta da pressão arterial que subiu repentinamente. Fiquei no Hospital por 2 semanas tentando normalizar a pressão, o que não ocorreu, e por isso uma cesárea de emergência foi pedida, o que é protocolo médico, já que eu desenvolvi,  por conta das complicações da eclampsia, a Hellp Síndrome, uma doença rara, que ocorre normalmente com o agravamento no quadro de mulheres que sofreram de hipertensão gerada pela gravidez. Estima-se que 8% das gestantes que sofrem de pré-eclâmpsia desenvolvam a síndrome. Esse número indica, em porcentagem geral, que o problema atinge de 0.2% a 0.6% das gestações.

Eu literalmente descobri do dia para a noite que sofria de pré-eclâmpsia, no vídeo no final do post eu conto mais detalhadamente. Ocorre que meu pré Natal foi muito mal assistido, muito mal feito mesmo. Nos primeiros exames de gravidez, quando bem feitos e bem analisados, o médico já tem como saber, ao menos suspeitar de uma suscetibilidade à pré-eclâmpsia. Nenhum dos “médicos” pelos quais eu passei foi capaz de detectar essa situação. 

Minha gravidez permaneceu sendo “normal” até a manhã de uma Sexta-Feira na qual já amanheci convulsionando com minha pressão à 25X17, quando os “médicos” detectaram a eclampsia, no entanto já era tarde demais, e as complicações já estavam a caminho, pois eu não havia tido nenhum cuidado específico, ou noção do que poderia estar acontecendo.

A Hellp Síndrome, é a abreviação de termos em inglês que querem dizer: hemólise (H, hemolytic anemia), enzimas hepáticas (EL, elevated liver enzymes) e baixa contagem de plaquetas (LP, low platelet count), que são as principais características da síndrome; se o quadro é grave, resulta em edema agudo dos pulmões, insuficiência renal, falência cardíaca, hemorragias e ruptura do fígado, podendo levar a morte materna. Quando a doença é diagnosticada, através de exames laboratoriais e clínicos, o tratamento indicado é interromper a gestação, independente da fase gestacional, para que o quadro geral da mãe seja corrigido. Muitas vezes, dependendo da idade gestacional do feto, ele não sobrevive. Graças a Deus (mesmo), o Aquiles foi um guerreiro, meu guerreiro, e mesmo com 1k e 40 cm e apenas 30 semanas de gestação ele está aí firme e forte.

Para mamães que assim como eu já passaram por isso ou aquelas que precisam se prevenir, já com um quadro de pré-eclâmpsia, deixarei abaixo um trecho de uma matéria da Bebê Abril  na qual algumas novas informações sobre essa doença são comentadas:
“ (...) Quem tem pressão alta não tem maior ou menor chance de ter pré-eclâmpsia
A causa da pré-eclâmpsia ainda é desconhecida. Ela é uma síndrome, ou seja, um conjunto de sintomas e um deles é a má adaptação placentária. É quando a placenta não adere direito ao útero, fazendo com que o organismo feminino reaja como se ela fosse um corpo estranho. Nessa reação, os vasos sanguíneos se contraem, elevando a pressão sanguínea. Portanto, a pressão da mulher antes da gravidez não influencia no aparecimento da pré-eclâmpsia.

Estresse na gravidez não provoca pré-eclâmpsia
A personagem vivida por Carolina Dieckmann sofria pressões e chantagens de todos os lados e, por isso, muitas mulheres associaram a pré-eclâmpsia ao estresse. Os dois problemas não estão ligados e a pré-eclâmpsia se dá por fatores genéticos e seu aparecimento sempre dependerá da combinação entre os genes do casal.

A Síndrome de HELLP é uma doença rara
Raramente uma grávida chega a ter a Síndrome de HELLP porque isso é uma complicação da pré-eclâmpsia. A síndrome de HELLP só acontece quando a pré-eclâmpsia não é tratada, ou seja, quando não há um médico acompanhando adequadamente para receitar anti-hipertensivos ou apontar a necessidade de um parto prematuro. Se a pré-eclâmpsia é controlada, a síndrome de HELLP não tem chance de acontecer e o risco de a mulher morrer como a personagem da novela é pequeno.

Após o parto a pressão se normaliza
Na novela, Diana morre graças a uma grave hemorragia. Embora a Síndrome de HELLP possa levar à morte, não é comum chegar nesse ponto. Depois do parto, com a retirada da placenta, a pressão se normaliza, portanto o risco da parturiente morrer depois disso é pequena.

O pré-natal é a melhor maneira de manter a mamãe e o bebê longe de qualquer problema
Quando a gestante recebe acompanhamento médico por meio do pré-natal e realiza os exames de rotina garante que qualquer alteração, por menor que seja, chame a atenção. Assim, se surgir qualquer problema, o médico logo toma as providências necessárias para resolvê-lo. Portanto, futura mamãe, a melhor dica ainda é a prevenção.”
Espero que o post tenha ajudado vocês! Um beijão e até o próximo!

Fonte: <Guiadobebe.uol.com.br> < www.bebe.abril.com.br>


Será que eu tô grávida? Principais sintomas de que vem um baby por aí....

Seria fácil se fosse como nos filmes ou novelas: a moça se levanta, sente uma leve tontura...desmaia por alguns segundos. Quando acorda é saudada pela notícia: Parabéns! Você está esperando um bebê!
Mas.....na vida real não é tão fácil assim perceber quais sintomas exatamente indicam uma possível, quase certa gravidez. 
Conheço moças, inclusive amigas íntimas, que descobriram a gravides depois dos 5 meses de gestação....
Bem, esse post, não tem a intenção de se promover como verdade absoluta, mesmo porque isso não existe, mas tem o intuito de elencar as maiores incidências quanto aos sintomas de gravidez. Esse post na verdade buscou os principais sintomas que podem indicar uma gravidez, mas não dispensa a visita ao especialista e um exame detalhado; a soma desses sintomas é que pode significar uma POSSÍVEL gravidez, e não a ocorrência isolada de um ou outro.
Bem, vamos então aos sintomas mais comuns:

1. SONO, CANSAÇO E PERDA DE FÔLEGO

Eu tive os 3. Na verdade eu perdia o fôlego só de papear com alguém. Quase dormia durante qualquer conversa...e queria descansar a toda hora. (Mais do que hoje!)

2. FOME FORA DE HORA

Eu sou por natureza uma Magali da vida, mas uma repentina vontade(digo muuuuuuita vontade) de comer algo, alguma comida, e vontade de comer a todo instante, também pode significar uma possível gravidez.

3. CÓLICAS

Muitas moças confundem essas cólicas com as menstruais por serem muito parecidas. Mas não são, principalmente se forem contínuas.

4. XIXI A TODA HORA

A sensação é de que se você não sair correndo no mesmo instante para o banheiro vai fazer nas calças. E vai por mim: fará mesmo! ha ha ha ....aconteceu comigo....

5. SEIOS DIFERENTES

As auréolas ficam mais escuras e com as veias mais aparentes. Além disso, como é sabido os seios incham ( no início ficam mais firmes) e ficam doloridos.

6.  SENTIDOS MODIFICADOS

Na verdade você sentirá cheiros e gostos que nunca tinha percebido antes. Por isso talvez enjoará com maior facilidade...sentira repulsa por alguns alimentos e uma atração incomparável por outros.

7. CADÊ A MENSTRUAÇÃO QUE ESTAVA AQUI?

Bem, muitas dizem que menstruaram mesmo já estando grávidas....mas o fato é que não é uma menstruação: Uma gravidez no início pode ser facilmente confundida com um período comum menstrual, já que apresenta os mesmos sintomas, como cólicas e sangramento, chamado de Sangramento de escape ou Spotting. Isso pode confundir, mas um atraso de mais de um mês se não significar uma gravidez, pode ser algo mais sério.

Bem, esses são os principais sintomas, os mais comumente observados numa gravidez, mas claro que um teste mais efetivo deverá sempre ser executado para que não haja nenhum tipo de dúvida.
Testes de farmácia não costumam errar, mas é sempre mais seguro fazer um exame de sangue.

Bem, espero que esse post tenha ajudado! Obrigada por participar, u, beijo e até o próximo post.


Fonte<www.mdsaude.com>
Imagem<www.google.com.br>


Reggio Emília: Uma escola, um método, um sonho.

A criança é feita de cem. /A criança tem cem mãos/ cem pensamentos/ cem modos de pensar/ de jogar e de falar./ Cem sempre cem/ modos de escutar/as maravilhas de amar.
Cem alegrias/ para cantar e compreender./Cem mundos/ para descobrir./ Cem mundos/
para inventar./ Cem mundos/ para sonhar./ A criança tem/ cem linguagens/ (e depois cem cem cem)/ mas roubaram-lhe noventa e nove./ A escola e a cultura/ lhe separam a cabeça do corpo. 
(Trecho de As Cem Linguagens da Criança, de Loris Malaguzzi).

O método Reggio Emília, hoje uma rede de escolas públicas numa cidade ao Norte da Itália encanta desde 1963,  teve sua prática educadora  reconhecida como a melhor do mundo em 1991. Hoje vim apresentá-la para vocês, apaixonados pela Educação como eu, e interessados  na Educação de seus filhos.
Logo que ingressei na faculdade, fui inserida num mundo de descobertas através de palestras e aulas que falavam de métodos de ensino. Conheci o método REGGIO EMILIA numa palestra na faculdade e desde então fiquei apaixonada pelo modo como essas pessoas vêm a Educação. O poema acima (As Cem Linguagens da Criança) fala exatamente como esses pensadores, educadores, pais e alunos agem. Mas antes de chegar “no ponto” específico, façamos um passeio pela história do nascimento desse método.
Com o término da Segunda Guerra Mundial, e a cidade em ruínas, um grupo de cidadãos sentiu a necessidade de reconstruir o tecido social, cultural e político da comunidade e materializou a vontade por meio de uma escola para crianças pequenas – a escola construída a partir de um esforço comunitário, do qual o pedagogo e educador Loris Malaguzzi, fez parte, contou com verba obtida da venda de um tanque de guerra abandonado, alguns caminhões e cavalos deixados pelos alemães em retirada.
Influenciado pelas teorias psicopedagógicas da época, como Jean Piaget, Lev Vygotsky e John Dewey; e também de pedagogos italianos, como Maria Montessori, irmãs Agazzi, Bruno Ciari, o jovem Malaguzzi estava certo de que o processo pedagógico deveria ter como centro o desenvolvimento intelectual, emocional, social e moral das crianças.
O modelo pedagógico deu tão certo que acabou sendo municipalizado e hoje engloba 40% das escolas da cidade. A rede Reggio Children é composta de 13 creches e 21 pré-escolas.

O MÉTODO
Em Reggio Emília, uma pequena cidade Italiana, as escolas  funcionam como um “laboratórios do fazer”, que combinam as tradicionais linguagens gráficas, pictóricas e de manipulação (modelos e maquetes), mas também as do corpo, ligadas ao movimento, as da comunicação verbal e não-verbal, as linguagens icônicas, o pensamento lógico, científico, natural, discussões éticas, e manejo de ferramentas multimídia, sempre objetivando que a criança aprende “com todo corpo”, de forma fluída e permanentemente integrada.
Esse método prioriza não apenas as linguagens codificadas e reconhecidas, mas as experiências reais obtidas por meio da pesquisa e de descobertas sensoriais dos próprios estudantes.
O método de ensino inclui  linguagens artísticas e expressivas na prática cotidiana ; a equipe pedagógica parte do pressuposto de que a mente do ser humano e, portanto da criança, é multidisciplinar e observá-la em sua forma de aprender é uma forma de incentivar a apropriação de conhecimento. Como no princípio, a escola é de todos: Os professores atuam em parceria com o atelierista (profissional que apóia a consolidação de pontes entre as diversas descobertas da criança) alunos e familiares : peças importantes para a consolidação do “experimentar”, do “descobrir” o mundo e os outros, a partir do manejo das diferentes linguagens às quais é apresentada.
A prática de inserir as crianças cotidianamente em situações de pesquisa e debate, favorece o questionamento sobre si próprias e sobre os outros, o que as torna mais participativas e, futuramente, cidadãos mais críticos e cientes da importância de seu papel em uma sociedade mais justa e igualitária. Os alunos são convidados a compor seu ponto de vista em conjunto com os demais, fortalecendo o processo de construção não apenas de suas identidades individuais, mas do coletivo com suas múltiplas particularidades.
Em todo o processo de ensino e aprendizagem, as crianças têm suas habilidades reconhecidas e seu desenvolvimento conduzido a partir de suas próprias relações com os demais e com o mundo. Para tanto, as equipes gestoras garantem que as escolas sejam capazes de prover relações significativas e importantes para o desenvolvimento integral dos alunos(...)
Muito mais eu teria pra falar desse método encantador de ensinar e aprender; no entanto deixarei aqui um vídeo, que fez parte dessa palestra que um dia eu ví na Faculdade e é mais do que esclarecedor. Também deixo aqui  o desejo de saber de vocês, educadoras, mães, alunas,  a opinião sobre esse assunto tão sério. Apesar de tão fascinante e revelador, será que esse método poderia (nos dias atuais) ser incorporado ao nosso sistema educacional? Será que nossos alunos, pais, professores, equipe gestora, e mais: o nosso país estaria preparado para tal método? Será que esse método teria espaço, vivência e contexto para ser inserido na nossa realidade ainda que gradativamente? São questões sérias que nos fazem pensar seriamente no futuro que queremos para nossos filhos. Comente!

Espero que tenham gostado do post! Espero o comentário de vocês. Um beijão e até o próximo!
Pesquisado em <revistaescola.abril.com.br> <educacaointegral.org.br><portal.aprendiz.uol.com.br>





ESPECIALFEVEREIRO: Organização


Oi pessoal! Pra quem ainda não viu, em Fevereiro fiz um especial no Canal em comemoração aos 2 anos de Blog/Canal YT. Respondi perguntas sobre Organização enviadas pelos leitores e venho deixar os vídeos aqui para compartilhar com vocês! Espero que gostem! Beijão!
















Meu filho (a ) não dorme no quarto sozinho...o que faço?

Gente...eu já perdi o número de pessoas que me pediram para falar como eu consegui fazer o Aquiles dormir sozinho no seu quartinho a noite toda. O que eu tenho para falar como experiência própria é basicamente: ROTINA. Quando há uma rotina e organização quanto a isso, e desde alguns meses de idade, acaba sendo fácil!
Mas hoje eu vou falar com aquelas mamães que estão sentindo dificuldade, e que já tem bebês grandinhos que insistem em continuar na cama da mamãe. Depois de ler bastante e conversar com muitas mamães que como eu já tem essa “facilidade”, resolvi colocar algumas “dicas” pra tentar ajudar vocês! Vamos lá?

Bem, pra começar a maioria das mamães colocam os babies para nanar muito tarde. Especialistas afirmam que isso é como “passar do ponto”. Esperar que eles caiam de sono ou comecem a ficar chatinhos, chorando, esfregando os olhinhos não é saudável, pois compromete a qualidade do sono do seu filhote. Ocorre que a maioria dos pais trabalham o dia todo, e acabam deixando o filho dormir mais tarde para aproveitar o  tempo com o filho, ou atrasam a rotina diária (chegar, tomar banho, jantar, etc...) por conta do pouco tempo que resta. O ideal é estipular um horário para o sono, bem como uma rotina, e claro, seguí-las. Crianças cansadas demais, acreditem, tem mais dificuldade para pegar no sono e dormirem de fato. Comece a “rotina” de sono (acalmar, escovar os dentinhos, colocar o pijaminha...) pelo menos meia hora antes.
Outra coisa que devemos perceber, é se você está acostumando seu filho(a) a dormir com movimento. Primeiro que nem sempre isso será possível, conforme a criança for crescendo isso não será mais táo fácil, e segundo que especialistas afirmam que a qualidade do sono da criança é extremamente afetada. Quando a criança sempre dorme em movimento -- em carrinhos ou no carro --, ela não chega a ter aquele sono mais profundo e restaurador", diz o pediatra Marc Weissbluth, também autor de um livro sobre o assunto ("Healthy sleep habits, happy child"). Pense na qualidade do seu sono quando está no ônibus, ou no avião.”
Excessos de estímulos, sobretudo visuais atrapalham  na hora do sono, não só os bebês menores como os mais crescidinhos. Muitos móbiles, por exemplo, brinquedinhos e pelúcias, podem chamar mais a atenção do que  a “hora do soninho “. Para os maiorzinhos, tv no quarto, computadores, estimulam ao invés de acalmar; Deixar seu filho assistindo desenhos antes de dormir pode não ser uma boa ideia. O quartinho deve estar à meia luz, propiciando um ambiente calmo e acolhedor. Para bebês muito pequenos, quanto mais escuro melhor.
Como já foi dito, FAÇA um ritual, uma rotina de sono, todos os dias, não importa a idade da criança. Eu falo pro Aquiles : “- Filho, vamos nanar?” ele já desce do sofá ou para o que está fazendo, pega a chupeta e me dá a mão. Ele na verdade, já sabe que não importa o que esteja fazendo, chegou a hora de nanar! Então vamos para o quartinho dele, dou a mamadeira, trocamos a fralda, escovamos os dentinhos, coloco seu pijaminha e apago a luz. (deixo o abajur acesso a noite toda) . Daí eu dou um beijinho, e ele fica ali quietinho aguardando o sono vir. Se eu tenho algo pra fazer eu vou , e fico de vez em quando dou uma olhada. Se não, fico ali uns minutinhos.  Caso ele levantasse de madrugada e fosse para minha cama (o que não ocorre) eu o pegaria novamente no colo e com muito amor e paciência (sei que é difícil!) e levaria para a cama e ficaria ali um pouco até ele dormir.
Se ainda assim ele tornasse a levantar mais vezes, o processo se repetiria e repetiria...alguns casos são tão difíceis que a mamãe tem que levar um colchão para o quarto do baby para que ele entenda que ali deve ficar. Isso é bom porque já o “tira” do quarto da mãe e aos poucos a mamãe vai saindo mais cedo do quartinho. Já ví inclusive a “Super nanny” aplicar essa técnica.

O que pode atrapalhar muito a eficiência da rotina é fazer as coisas cada dia de um jeito, ou abrir muitas exceções. Se seu filho(a) está doente, ou se há uma tempestade lá fora, a luz acabou, seu baby pode ficar no seu quarto mas por algum tempo. Logo a rotina deve ser retomada para que não haja mal entendidos. Seu filho(a ) pode achar que isso ocorrerá sempre que quiser ou ficar mais manhoso.
Cada criança tem seu ritmo. Perto dos 3 anos, ela pode estar pronta para deixar o berço e ir para a cama. Há crianças que vão antes e que vão um pouco depois. O ideal é perceber se ela está realmente pronta. Forçá-la a ir para a cama, deixando o berço prematuramente, pode trazer dificuldades na hora de dormir.
Eu espero sinceramente ter ajudado as mamães com dificuldade. Eu apliquei quase que intuitivamente a grande maioria das dicas aqui expostas e posso garantir que funciona. Mas acima de tudo: deve haver persistência e paciência! Tudo é fase, e passa!
Um super beijo e até o próximo post!

Imagens: http://maternar.blogfolha.uol.com.br/