Meu filho (a ) não dorme no quarto sozinho...o que faço?

Gente...eu já perdi o número de pessoas que me pediram para falar como eu consegui fazer o Aquiles dormir sozinho no seu quartinho a noite toda. O que eu tenho para falar como experiência própria é basicamente: ROTINA. Quando há uma rotina e organização quanto a isso, e desde alguns meses de idade, acaba sendo fácil!
Mas hoje eu vou falar com aquelas mamães que estão sentindo dificuldade, e que já tem bebês grandinhos que insistem em continuar na cama da mamãe. Depois de ler bastante e conversar com muitas mamães que como eu já tem essa “facilidade”, resolvi colocar algumas “dicas” pra tentar ajudar vocês! Vamos lá?

Bem, pra começar a maioria das mamães colocam os babies para nanar muito tarde. Especialistas afirmam que isso é como “passar do ponto”. Esperar que eles caiam de sono ou comecem a ficar chatinhos, chorando, esfregando os olhinhos não é saudável, pois compromete a qualidade do sono do seu filhote. Ocorre que a maioria dos pais trabalham o dia todo, e acabam deixando o filho dormir mais tarde para aproveitar o  tempo com o filho, ou atrasam a rotina diária (chegar, tomar banho, jantar, etc...) por conta do pouco tempo que resta. O ideal é estipular um horário para o sono, bem como uma rotina, e claro, seguí-las. Crianças cansadas demais, acreditem, tem mais dificuldade para pegar no sono e dormirem de fato. Comece a “rotina” de sono (acalmar, escovar os dentinhos, colocar o pijaminha...) pelo menos meia hora antes.
Outra coisa que devemos perceber, é se você está acostumando seu filho(a) a dormir com movimento. Primeiro que nem sempre isso será possível, conforme a criança for crescendo isso não será mais táo fácil, e segundo que especialistas afirmam que a qualidade do sono da criança é extremamente afetada. Quando a criança sempre dorme em movimento -- em carrinhos ou no carro --, ela não chega a ter aquele sono mais profundo e restaurador", diz o pediatra Marc Weissbluth, também autor de um livro sobre o assunto ("Healthy sleep habits, happy child"). Pense na qualidade do seu sono quando está no ônibus, ou no avião.”
Excessos de estímulos, sobretudo visuais atrapalham  na hora do sono, não só os bebês menores como os mais crescidinhos. Muitos móbiles, por exemplo, brinquedinhos e pelúcias, podem chamar mais a atenção do que  a “hora do soninho “. Para os maiorzinhos, tv no quarto, computadores, estimulam ao invés de acalmar; Deixar seu filho assistindo desenhos antes de dormir pode não ser uma boa ideia. O quartinho deve estar à meia luz, propiciando um ambiente calmo e acolhedor. Para bebês muito pequenos, quanto mais escuro melhor.
Como já foi dito, FAÇA um ritual, uma rotina de sono, todos os dias, não importa a idade da criança. Eu falo pro Aquiles : “- Filho, vamos nanar?” ele já desce do sofá ou para o que está fazendo, pega a chupeta e me dá a mão. Ele na verdade, já sabe que não importa o que esteja fazendo, chegou a hora de nanar! Então vamos para o quartinho dele, dou a mamadeira, trocamos a fralda, escovamos os dentinhos, coloco seu pijaminha e apago a luz. (deixo o abajur acesso a noite toda) . Daí eu dou um beijinho, e ele fica ali quietinho aguardando o sono vir. Se eu tenho algo pra fazer eu vou , e fico de vez em quando dou uma olhada. Se não, fico ali uns minutinhos.  Caso ele levantasse de madrugada e fosse para minha cama (o que não ocorre) eu o pegaria novamente no colo e com muito amor e paciência (sei que é difícil!) e levaria para a cama e ficaria ali um pouco até ele dormir.
Se ainda assim ele tornasse a levantar mais vezes, o processo se repetiria e repetiria...alguns casos são tão difíceis que a mamãe tem que levar um colchão para o quarto do baby para que ele entenda que ali deve ficar. Isso é bom porque já o “tira” do quarto da mãe e aos poucos a mamãe vai saindo mais cedo do quartinho. Já ví inclusive a “Super nanny” aplicar essa técnica.

O que pode atrapalhar muito a eficiência da rotina é fazer as coisas cada dia de um jeito, ou abrir muitas exceções. Se seu filho(a) está doente, ou se há uma tempestade lá fora, a luz acabou, seu baby pode ficar no seu quarto mas por algum tempo. Logo a rotina deve ser retomada para que não haja mal entendidos. Seu filho(a ) pode achar que isso ocorrerá sempre que quiser ou ficar mais manhoso.
Cada criança tem seu ritmo. Perto dos 3 anos, ela pode estar pronta para deixar o berço e ir para a cama. Há crianças que vão antes e que vão um pouco depois. O ideal é perceber se ela está realmente pronta. Forçá-la a ir para a cama, deixando o berço prematuramente, pode trazer dificuldades na hora de dormir.
Eu espero sinceramente ter ajudado as mamães com dificuldade. Eu apliquei quase que intuitivamente a grande maioria das dicas aqui expostas e posso garantir que funciona. Mas acima de tudo: deve haver persistência e paciência! Tudo é fase, e passa!
Um super beijo e até o próximo post!

Imagens: http://maternar.blogfolha.uol.com.br/



1 comentários:

  1. Aqui a gente passou a ter uma certa dificuldade de um tempo pra cá, a Yasmim dormia super bem na cama, até que ela começou a sair da cama no meio da noite e a procurar a minha cama, se ela não encontra (por causa do escuro) ela deita no chão e dorme ali mesmo!!!! Aí sempre que eu ouço ela se mexer demais eu já levanto com medo dela deitar no chão. Amei o post, vou colocar em prática as dicas e ver se resolvem por aqui haha. Super beijo Sáh

    ResponderExcluir
:) :,( ;) :D :-/ :? :v X( :7 :-S :(( :* :| :-B ~X( L-) =D7 :-w s2 \m/ :p kk

Obrigada pela visita e comentário! Eu e Aquiles agradecemos muito! Um super beijo!